Por que o SEO não pode parar?5 min read

Rodrigo Botinhão

In SEO Posted

Impactos da Covid-19 nas buscas orgânicas

Estamos em época de coronavírus e, para a maioria das empresas, é normal que o consumo caia nesse período. Estamos falando de um evento global sem precedentes e, ainda, sem prazo para terminar. Os termos mais buscados nos resultados orgânicos nessa semana foram “álcool em gel” e “luvas cirúrgicas”.

As vendas diminuíram e precisarei cortar custos no marketing, e agora?

É inevitável que os custos deverão ser revistos em época de crise como a do coronavírus, pela qual estamos passando. No entanto, levando em consideração somente o canal de aquisição de SEO, há algumas considerações a serem feitas antes de tudo:

• O canal orgânico é um trabalho de longo prazo. Sendo assim, como está o histórico de aquisição de novas sessões e receita nos últimos meses?
• O serviço será interrompido 100% nesses próximos meses enquanto o mercado continuar com baixo consumo? Como os concorrentes estão se comportando frente a esse cenário?
• As sessões e receita do tráfego orgânico diminuíram a ponto de não valer a pena continuar investindo em SEO?

Essas são algumas perguntas a serem respondidas, principalmente porque estamos falando de um canal de aquisição de médio/longo prazo, onde o comportamento é completamente diferente dos demais canais de performance. Nestes, se você parar de colocar dinheiro, vai deixar de vender e, quando tudo passar, é só “abrir a torneira” de novo e o dinheiro volta no mesmo instante.

Para SEO, a questão envolve não só a receita em si, mas todo o trabalho que está sendo construído. Os resultados que estão ocorrendo hoje provavelmente são fruto de um trabalho realizado há cerca de 2 a 3 meses. Então, uma vez que o serviço for interrompido 100%, esse trabalho terá que praticamente ser reiniciado quando a empresa decidir retomar as atividades.

Provavelmente, quando retornar as atividades, o trabalho deverá ser refeito novamente, uma vez que foi interrompido. O tráfego orgânico também diminuirá drasticamente e os concorrentes podem se manter firmes no trabalho de SEO mesmo durante esse período. Para um projeto de SEO, há frentes em desenvolvimento técnico — TI, por exemplo — que podem ajudar todos os canais de aquisições ao invés de um só.

Existe também o apelo social do trabalho de SEO. Diferentemente dos outros canais de performance, onde independentemente da quantidade de dinheiro que você investir o processo é todo automatizado — com a interferência quase nula de pessoas na operação —, para o projeto de SEO, a premissa principal é que não podemos ter nada automatizado na operação, ficando 100% a cargo de uma equipe com, no mínimo, 4 ou 5 profissionais por projeto.

Ou seja, diminuir e extinguir custos em um projeto de SEO compromete também a participação de todos os responsáveis no projeto e suas carreiras profissionais.

Tempo de Retomada

O site SEO Mechanic listou alguns exemplos de sites onde ocorrem a paralisação do projeto de SEO e também o tempo que leva em relação ao declínio de tráfego Orgânico.

O exemplo acima é um projeto de SEO no decorrer de 16 meses e mostra o declínio em relação às pesquisas no Google através da Ferramenta do Search Console. O gráfico acima representa as impressões de um determinado site nas buscas orgânicas.

Algumas razões que levam o declínio nas buscas orgânicas:

Interrupção das melhorias de SEO: O site está em constante atualização de acordo com as boas práticas ou experiência da Agência ou do profissional de SEO contrato. Uma vez que esse trabalho é interrompido automaticamente essas melhorias não continuam possibilitando essa redução.
Competidores continuam o trabalho: Independente do projeto de SEO ser interrompido ou não, os competidores continuarão realizando o trabalho e as chances de redução da visibilidade nos resultados de buscas orgânicos diminuirá consideravelmente.
Mudanças de Algoritmo: Só no ano de 2019 foram mais de 1.000 mudanças no algoritmo de busca do Google. Um profissional de SEO ou Agência de SEO possuem como responsabilidade monitorar essas mudanças e aplicá-las da melhor forma possível no site em questão. Com isso as chances de um site ser impactado negativamente nos resultados de busca orgânico são menores.
Novas Oportunidades: Parte do trabalho também é buscar novas palavras-chaves com oportunidades de buscas. Uma vez que esse trabalho é interrompido, praticamente não há evolução das oportunidades.

Claro que o cenário acima não se aplica a 100% dos sites. Porém nossa experiência também corrobora com os exemplos citados no site da SEO Mechanic.

Conclusão

Sabemos que é muito difícil tomar decisões de corte de custos em épocas como a que estamos passando. Porém, olhar friamente o Google Analytics e cortar os custos com base no ROI não é a melhor solução se observarmos o cenário como um todo.

O objetivo da Gear SEO, principalmente para este período, é minimizar o máximo possível a perda de receita (é inevitável e não podemos pensar em lucro agora), manter todas as atividades minimamente funcionais (Estratégia, On-Page, Produção de Conteúdo e Link Building) e, também, preparar todos para que, quando esse período sombrio passar — ele vai passar! —, o projeto de SEO continuar e crescer novamente com força total.

Diante de tudo isso, nossa sugestão é exatamente olhar para a floresta toda ao invés de concentrar somente no foco do incêndio. E, principalmente, pensarmos em sair mais fortalecidos ainda quando essa pandemia acabar.

0 Comments

Leave a Comment