Importância do on-page para o SEO

  • 24 de maio de 2019
No Comments
On-page destaque

Confira a tabela periódica de SEO completa no fim do post, com o on-page, off-page e produção de conteúdo

Uma etapa importante de um eficiente trabalho de SEO é o on-page, que faz parte da nossa tabela periódica de SEO e compõe uma importante parte aqui na Gear. Essa área está relacionada com tudo que acontece dentro de um site, criando estratégias que podem potencializar os resultados e fomentar grandes crescimentos.

Em nossa tabela, separamos o on-page em quatro categorias: HTML, arquitetura, ferramentas e técnicas. Confira as subdivisões de cada uma delas, suas relativas importâncias(-4 até +3) e uma dissertação sobre cada item.

HTML

on-page html

Ht: título +3
Hh: headers +3
Hr: rich snippets +2
He: estrutura +2
Hd: descrição +1
Ha: otimização +1
Ho: oculto -1
Hs: stuffing -2

Ht: A página tem um título otimizado?
Hh: Os menus contêm headers com palavras-chave relevantes?
Hr: O conteúdo utiliza rich snippets?
He: A página tem estrutura de categorias bem definidas?
Hd: A descrição condiz com o conteúdo da página?
Ha: O código da página está otimizado?
Ho: O design da página oculta conteúdo, por exemplo, utilizando as cores do texto iguais as cores do fundo?
Hs: São utilizadas muitas vezes a palavra-chave ao longo do texto?

Ht: A página tem um título otimizado?

Um bom texto on-page começa por um ótimo título, não é mesmo? Por isso, investir seu tempo na criação de um capaz de atrair a atenção do leitor é importante e pode transformar a visibilidade do seu conteúdo. Lembre-se também que a sua palavra-chave deve estar presente, preferencialmente, no início de seu título.

Hh: Os menus contêm headers com palavras-chave relevantes?

Os headers (h1, h2 e h3) são importantes e devem ser utilizados. Eles são extremamente positivos, pois ajudam o leitor a entender o que está escrito com mais facilidade, já que o texto fica dividido com mais clareza. Os motores de busca também aprovam esta subdivisão, isso porque eles privilegiam conteúdos mais acessíveis aos visitantes. Além disso, colocar palavras com um bom volume de busca nestes headers pode atrair ainda mais pessoas para o site.

Hr: O conteúdo utiliza rich snippets?

A utilização dos Rich Snippets é importante para padronizar as informações de um site e indicar aos buscadores quais informações são relevantes para serem exibidas. Esta expressão, que em inglês significa “fragmentos ricos”, pode ser traduzida na prática como os fatores que informam o usuário sobre sua marca. Um exemplo são as avaliações sobre a empresa e os comentários que podem aparecer no Google sobre qualquer local.O Google, por exemplo, possui diversos resultados de buscas como “Painel de Conhecimento”. Nesta categoria, são exibidas principalmente as organizações, a partir dos Rich Snippets dos site.

He: A página tem estrutura de categorias bem definidas?

Uma estrutura adequada pode favorecer — e muito — o site. Isso significa que é importante dividir os conteúdos em níveis e distribuí-los conforme os respectivos volumes de busca. Por exemplo, em páginas que comercializam materiais esportivos, não é interessante a utilização de categorias como “acessórios” ou “dia-a-dia”, já que eles são termos genéricos e não possuem tanta procura na internet.

Hd: A descrição condiz com o conteúdo da página?

A tag de MetaDescripton não é tão relevante em termos de SEO, porém ainda tem importância para atrair cliques nos resultados de buscas, do ponto de vista on-page. Uma boa descrição sobre o que está no texto deve ser capaz de chamar a atenção do leitor e fazê-lo entrar no site. Apesar disso, não é válido utilizar de sensacionalismo e de chamadas apelativas. Isso porque não se trata apenas de colocar o visitante em suas páginas, mas também de o manter ele lá durante algum tempo.

Ha: O código da página está otimizado?

Quanto mais limpo a codificação HTML de uma página, melhor para os mecanismos de buscas o encontrarem e indexarem. Existem diversas técnicas de otimização de CSS, HTML, Javascript e a utilização do conteúdo acima do código para aumentar a relevância dele para os buscadores, entre outras técnicas que devem ser consideradas na otimização on-page.

Ho: O design da página oculta conteúdo, por exemplo, utilizando as cores do texto iguais as cores do fundo?

Esta prática é proibida e pode render uma penalização dos motores de busca. Algumas pessoas que desejam trapacear o algoritmo, colocam palavras-chave com bons volumes de buscas da mesma cor do fundo da página, com o intuito de deixar o site bem ranqueado, mesmo sem o conteúdo em si. Os resultados iniciais até podem ser positivos, mas quando for descoberto, o prejuízo é muito grande.

Hs: São utilizadas muitas vezes a palavra-chave ao longo do texto?

Esta é uma técnica de on-page que deve ser evitada e que também pode gerar punições. Algumas pessoas, sem querer ou não, acrescentam muitas vezes a palavra-chave ao longo do texto. O Keyword Stuffing, como é conhecido este recurso, é capaz de fantasiosamente “melhorar o conteúdo”. Mas a verdade é que está o prejudicando e pode causar severos danos ao domínio no qual aquele texto está publicado.

Arquitetura

on-page arquitetura

Ai: indexabilidade +3
Am: mobile +3
Av: velocidade +2
Aa: arquitetura +2
Au: URLs +1
Ah: https +1
Ad: duplicidade -2
Ac: cloaking -3

Ai: Os buscadores conseguem indexar as suas páginas?
Am: O site aplica Mobile First?
Av: O site consegue carregar rapidamente?
Aa: A arquitetura do site recebe atenção?
Au: As URLs do site contêm palavras-chave?
Ah: O que significa para o site utilizar https?
Ad: O site consegue resolver todos os problemas de conteúdo duplicado?
Ac: As páginas são diferentes para visitantes vindos da busca orgânica?

Ai: Os buscadores conseguem indexar as suas páginas?

A indexabilidade é uma característica muito importante para qualquer site, não só do ponto de vista do on-page, mas como um geral. Este é o “poder” de ser “reconhecido” pelos buscadores. As páginas que podem ser rastreadas com facilidade são as que podem ser pesquisadas e consequentemente clicadas, gerando um bom número de tráfego orgânico. Portanto, é importante se certificar que todo o conteúdo que for produzido possua algum link em outra página, para que ele seja encontrado pelos buscadores. Alguns arquivos podem ser bastante úteis nesta indexação. O Robots.txt e o sitemap.xml, por exemplo, podem lhe ajudar a permitir(ou não) o que deve ser indexado nas ferramentas de buscas.

Am: O site aplica Mobile First?

Muitos sites possuem como objetivos os cliques e as visualizações por meio de dispositivos móveis. O conceito de Mobile First consiste na elaboração de páginas com design e funcionalidades voltadas preferencialmente a estes aparelhos. Esta técnica é utilizada por empresas que desejam possuir um bom número de conversões em smartphones e tablets, se distanciando um pouco do público dos computadores. Geralmente sites responsivos são bem aceitos pelos buscadores porque eles mantêm o mesmo aspecto visual para todas as versões e todos os locais.

Av: O site consegue carregar rapidamente?

No mundo da internet e do on-page, dez segundos significa muito tempo. Por isso, criar páginas capazes de serem carregadas de forma rápida é essencial para conseguir um bom tráfego. Mesmo que seja produzido um texto com as palavras-chave da forma correta e com materiais interativos, se a página demorar para carregar, o visitante logo vai desistir e optar pelo seu concorrente. Existem diversas ferramentas, como o Google Page Speed e o GT Metrix, por exemplo, que são exclusivos para mensurar a velocidade de carregamento e também os principais problemas que o site possui e devem ser resolvidos.

Aa: A arquitetura do site recebe atenção?

Conhecido de muitos que trabalham na área, o Screaming Frog permite realizar uma simulação completa e detalhada sobre as informações, imagens, títulos e meta descriptions de forma a entender se determinado site está se saindo bem na internet, além de localizar possíveis melhorias.

Au: As URLs do site contêm palavras-chave?

Assim como os textos, uma URL deve ser pensada e criada com calma e atenção. É importante lembrar que é válido colocar a palavra-chave dentro da URL e deixá-la simples, mas rastreável pelas ferramentas de buscas. Se for bem feita, esta escolha pode maximizar o tráfego, gerando mais visitantes para o site.

Ah: O que significa para o site utilizar https?

Muitas pessoas não costumam reparar nisso, mas essa simples informação pode fazer total diferença para o trabalho on-page. Antes da URL de todos os sites, existe — ou não — a sigla “https”, que significa Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro. Este certificado indica que aquelas páginas são mais seguras e garante que os dados fornecidos naquele local são criptografados e não podem ser obtidos por hackers. O Google recentemente lançou um comunicado confirmando que sites que não possuem o certificado de segurança serão classificados pelo Google Chrome como sites inseguros.

Ad: O site consegue resolver todos os problemas de conteúdo duplicado?

Possuir materiais duplicados é algo negativo para qualquer site. Neste contexto, é importante corrigir estes erros e apresentar conteúdos inéditos em todas as páginas. É claro que existem textos semelhantes, com palavras-chave parecidas, mas é necessário construí-los com distinção e sem cópias. Hoje em dia, existem várias ferramentas de validação de conteúdo duplicado, como o CopyScape, por exemplo, onde é possível até mesmo saber de onde o conteúdo foi copiado e como foi originada a cópia.

Ac: As páginas são diferentes para visitantes vindos da busca orgânica?

Esta técnica, chamada de cloaking, é muito debatida no on-page e, depois de diversos casos, passou a ser punida pelo Google. Neste recurso, são exibidos conteúdos diferentes para as pessoas e as ferramentas de buscas. Isso significa que, com o objetivo de trapacear e melhorar o ranqueamento de um site, algumas pessoas alteram itens e até mesmo a descrição do texto, mesmo que não possua relação alguma com o que realmente está dentro da página.

Técnicas

on-page técnicas

Tw: white hat +2
Tz: buzz marketing +2
Tm: imagens +1
Tg: gray hat +1
Ti: inbound +0
To: outbound +0
Tb: black hat -4

Tw: Utilizar meios permitidos para o SEO pode ser a melhor forma de atrair visitantes?
Tz: Os visitantes recomendam o site?
Tm: As ferramentas de busca “aprovam” as fotos do site?
Tg: As técnicas e recursos ilegais podem ser usados por pouco tempo?
Ti: O marketing é direcionado para um determinado segmento do mercado?
To: O marketing pretende atingir o maior número de pessoas, em vários segmentos?
Tb: Vale a pena utilizar meios ilícitos para conseguir melhores resultados nos buscadores?

Tw: Utilizar meios permitidos para o SEO pode ser a melhor forma de atrair visitantes?

Seguir o caminho permitido é muito importante na busca pelo sucesso. Mas para isso, é necessário muita atenção e certos cuidados com os recursos utilizados. Existem diferentes técnicas que servem para ranquear bem um site, porém as que podem ser usadas, segundo as principais ferramentas de buscas, são chamadas de White Hat. Se preocupar com o conteúdo, divulgá-lo em grupos com nichos e ter atenção com a usabilidade do site são fatores que fazem parte desta estratégia. Estes métodos não geram resultados de SEO de forma instantânea, como o Black Hat, mas elas evitam punições e quando são feitas da forma correta, certamente são muito úteis e podem render bons frutos.

Tz: Os visitantes recomendam o site?

O buzz marketing está relacionado com o popular “boca a boca”. Este é um dos melhores tipos de marketing para um negócio. Isso porque, apesar de não afetar o SEO, um conteúdo compartilhado será visto por mais pessoas, e por causa de recomendações, a taxa de rejeição tende a ser menor do que qualquer material compartilhado pela própria marca.

Tm: As ferramentas de busca “aprovam” as fotos do site?

Conteúdos interativos ao longo do texto são extremamente positivos para o on-page. Desta forma, é interessante avaliar se as imagens que estão nas páginas de um site são adequadas para os buscadores. Ou seja, verificar como elas estão nomeadas, sua resolução e outros itens que podem torná-la melhor para o visitante. Desta forma, é interessante optar, quando possível, por imagens do tipo JPG, pois elas são mais leves, o que favorece o carregamento e evita uma alta taxa de rejeição.

Tg: As técnicas e recursos ilegais podem ser usados por pouco tempo?

Um profissional adepto de técnicas Gray Hat é o que costuma utilizar recursos permitidos, mas que de vez em quando e por pouquíssimo tempo, realiza algumas tarefas ilegais para alcançar um maior ranqueamento instantâneo. Por ser rápido e não afetar de forma tão significativa o site, o gray hat não recebe vista grossa do Google e atualmente não gera punições. Apesar disso, esta é uma estratégia um pouco perigosa, já que uma nova atualização das ferramentas de busca podem transformar as técnicas gray hat em black hat.

Ti: O marketing é voltado para um segmento do mercado?

No on-page, as técnicas de Inbound Marketing são o que geralmente acontece na internet e possuem como objetivo atingir um nicho específico. Isso significa que, neste caso, são implementadas técnicas, como a criação de landing pages e e-mail marketing, que pretendem atrair um número menor de pessoas, mas que possuem um interesse real pelo conteúdo do site. Esta estratégia desperta o interesse de visitantes que podem se tornar um público fiel em uma ação a médio prazo.

To: O Marketing é voltado para vários segmentos do mercado ou para um público-alvo maior?

No Outbound Marketing estão as técnicas mais antigas de marketing como, por exemplo, entregar panfletos ou comprar propagandas na televisão ou em revistas. Este caso é geralmente utilizado por empresas maiores que possuem mais de um público-alvo e pretendem atingir massas de pessoas. Apesar disso, esta estratégia dificilmente pode ser mensurável, ao contrário de canais digitais.

Tb: Vale a pena utilizar meios ilícitos para conseguir melhores resultados nos buscadores?

O profissional de SEO que utiliza black hat é o aquele adepto de técnicas ilegais para alcançar seus objetivos. O resultado realmente é rápido e até certo ponto impressionante, mas pode ser descoberto rapidamente pelas ferramentas de busca e o domínio será punido por muito tempo — as vezes, de forma permanente. Em 2011, por exemplo, o site da Decolar simplesmente sumiu do Google. Era uma punição pela prática de SEO negativo. Neste caso, a empresa foi acusada de fabricar backlinks, ou seja, links em outros sites que direcionam ao da empresa de viagens aéreas.

Ferramentas

Fa: Analytics +3
Fs: semrush +2
Fh: ahrefs +2
Fm: Moz +1
Fg: Screaming Frog +2

Fa: O Google Analytics é importante para mensurar o sucesso de um site?
Fs: O posicionamento de uma empresa na internet é importante?
Fh: Entender e analisar os backlinks pode fazer diferença para um site?
Fm: Avaliar a autoridade da concorrência é realmente necessário?
Fg: Todas as páginas e links internos do site estão 100% sem erros?

Fa: O Google Analytics é importante para mensurar o sucesso de um site?

O Analytics é a principal ferramenta do Google para análise de resultados no on-page. Neste local é possível analisar uma diversidade enorme de dados, acompanhar em tempo real quantas pessoas estão no site e até mesmo as páginas mais visualizadas. Estas informações podem ajudar no momento de apresentar melhorias, entender como o público se comporta e o que ele prefere.

Fs: O posicionamento de uma empresa na internet é importante?

Monitorar e entender como o seu site está se saindo entre os concorrentes é essencial. Para fazer isso,no on-page, o SEMrush pode ser uma ferramenta muito importante. Neste recurso, é possível, por exemplo, analisar e traçar o desempenho de marcas nos motores de buscas, encontrar palavras-chave, otimizar links internos e externos e investigar links e meta descriptions. Além disso, os assinantes da plataforma conseguem encontrar páginas com conteúdo duplicado e imagens quebradas. Todas estas funções ajudam na tomada de ações para melhorar o posicionamento de uma empresa na internet.

Fh: Entender e analisar os backlinks pode fazer diferença para um site?

O ahrefs é uma ferramenta extremamente útil na análise de backlinks, que são os links que direcionam para um site, podendo vir do mesmo domínio(interno) ou de qualquer outro na internet(externo). Desta forma, é possível entender o crescimento e a retração desse tipo de link. Além disso, a ferramenta permite observar quais direcionamentos são nocivos e quais são positivos para um site.

Fm: Avaliar a autoridade da concorrência é realmente necessário?

Estudar a concorrência é extremamente importante. Desta forma, o Moz se torna um dos recursos mais completos para análises SEO. Suas funcionalidades vão muito além de detectar páginas boas ou as que possuem problemas. Neste programa é possível visualizar a autoridade de diferentes portais, entender o desempenho deles e prever atitudes necessárias para bons resultados nas ferramentas de buscas.

Agora, confira a tabela completa da Gear SEO:

Tabela periódica de SEO

Tabela periódica de SEO

Entendeu tudo sobre on-page? Sugira nos comentários outras abordagens da área e, se quiser, conheça também todos os detalhes sobre produção de conteúdo e off-page.

Sobre o Guia de SEO

Aqui você encontrar um pouco de tudo sobre SEO, Marketing de Conteúdo, Redes Sociais e todo o Universo de Marketing Digital

Análise de SEO Grátis

Cadastre-se e enviaremos para você uma análise gratuita dos aspectos básicos de SEO no seu site com dicas rápidas.

Receba as Novidades no Email

Campos com * são necessários
Entre em contato conosco, faça um orçamento e tenha ajudaremos você a alavancar as suas visitas.

Mais artigos sobre SEO

Veja todos os Artigos
No Comments
     

    Deixe um Comentário