A importância de possuir um bom serviço de hospedagem para o seu site

  • 27 de abril de 2018
No Comments

hospedagem cloud seo

Por Pedro Cunha e Gabriel Xavier

Pode parecer algo natural e até mesmo óbvio para quem utiliza a internet, mas, para acessar um site na web, é preciso que ele esteja provido de algum servidor. Para facilitar o raciocínio: por ter o suporte de um servidor, entendemos que é necessário que a página esteja disponível em algum lugar na web para que ela possa ser acessada.

Especializados na armazenagem de arquivos, os servidores propiciam a hospedagem de todos os endereços de web disponíveis para acesso. Sem eles, não seria possível acessar sequer um site.

No entanto, suas tarefas e utilidades não param por aí: além de permitir os usuários de acessarem a página, é necessário que o servidor consiga suportar toda a hospedagem do conteúdo do site, além de aguentar os picos de acessos de visitantes.

Tomemos como base o fato de que qualquer endereço de web na internet é como um amontoado de arquivos — que vão desde os hyperlinks a serem clicados até as imagens contidas nas páginas. Nesse sentido, é necessário que eles estejam hospedados em algum lugar, a fim de se manterem juntos e acessíveis a qualquer usuário da web.

Então, contratar um bom serviço de hospedagem, que suporte e seja adequado às necessidades da página em questão, é essencial. Dessa forma, o site aguentará o acesso de todos os seus visitantes enquanto suporta todos os arquivos hospedados no seu servidor.

Serviço de hospedagem Cloud: como funciona e quais as suas vantagens?

Se tratando de todas as tecnologias existentes no planeta, a todo tempo, novas atualizações e ferramentas mais sofisticadas estão sendo lançadas para, principalmente, quem utiliza a internet. Com os serviços de hospedagem, não foi diferente: atualmente, os novos servidores Cloud se mostram uma opção mais eficiente do que os convencionais para certos endereços de web.

“Mas, afinal, o que é um serviço de hospedagem Cloud?”. Para entender melhor do que se trata esse tipo de ferramenta, podemos fazer uma comparação entre o serviço convencional e o Cloud.

Ao contratar uma empresa de hospedagem convencional para o seu site, ela garante que um computador específico será designado para armazenar todos os arquivos contidos na página. A capacidade de armazenamento e de processamento varia de máquina para máquina — no entanto, tenha em mente o seguinte fato: é apenas um único computador cuidando de todos os arquivos do site.

Já os serviços de hospedagem Cloud funcionam de maneira diferente: distribui-se os arquivos e recursos da página em mais de um computador, o que ajuda o site em questão a obter um processamento muito maior e eficiente.

Dessa forma, aliviando o conteúdo armazenado em cada máquina, permite-se que os computadores se dediquem mais a garantir uma maior capacidade de desempenho com o espaço sobrado.

Além disso, há, também, a questão da elasticidade que o servidor Cloud garante ao site. Conforme mais pessoas continuam entrando no endereço de web em questão, maior capacidade de hospedagem o servidor garante à página. Com isso, busca-se evitar que o site caia devido a uma eventual superlotação de usuários. Para e-commerces, por exemplo, pode ser de grande utilidade.

No entanto, o servidor pode ser interessante também para uma empresa que trabalha com troca interna de arquivos e documentos. Armazenando-os na nuvem, fica fácil para todos da companhia obterem acesso.

Em suma: o serviço de hospedagem Cloud propicia um servidor com maior capacidade de processar arquivos e usuários visitantes da página — aumentando o desempenho conforme o site recebe mais visitas. Além disso, a boa notícia é que quem presta esse tipo de serviço costuma cobrar o valor de acordo com o desempenho do servidor no período — podendo variar o preço para mais ou para menos do que o estabelecido previamente.

Três serviços de hospedagem Cloud interessantes para o seu negócio

dropbox

Dropbox

O Dropbox foi fundado em 2007 em São Francisco, Califórnia, por alunos do MIT, como uma startup que oferecia o serviço de hospedagem de arquivos na nuvem, e o conceito foi inovador.

O serviço cria uma pasta em seu computador pessoal e todo conteúdo armazenado nela está sincronizado com os servidores do Dropbox, assim, podendo ser acessado por qualquer computador ou dispositivo que tenha o serviço instalado, mantendo os mesmos arquivos atualizados em tempo real.

O Dropbox usa um modelo de negócio conhecido como Freemium, que oferece aos usuários uma conta gratuita, mas com um limite baixo de armazenamento, podendo ser expandido caso o usuário pague por isso.

O serviço básico – e de graça -, oferece 2 gigabytes, enquanto a versão paga pode chegar a 1 terabyte de espaço para armazenamento, além de oferecer serviços adicionais como um controle avançado de compartilhamento, limpeza de arquivos antigos e histórico de modificações.

Compatível com principais sistemas operacionais de desktops, como: Microsoft Windows, Apple macOs e Linux. Também disponível em aplicativos mobile para Android, iOS e Windows Phone.

O Dropbox recebeu prêmios de inovação em 2009 e 2010, foi considerada umas das startups mais valiosas do mercado, com valor estimado de 10 bilhões de dólares e atingir a marca de 500 milhões de usuários em 2016. Mas, atualmente, vem perdendo espaço no mercado para novas ferramentas, principalmente para o Google, com o serviço do Google Drive.

google-drive

Google Drive

Depois de vários anos de rumores, o Google lançou oficialmente esse recurso em 2012, e se tornou o principal serviço de armazenamento de arquivos em nuvem do mercado online.

Em sua versão gratuita, o Google Drive oferece aos usuários 15 gigabytes de armazenamento de qualquer tipo de arquivo. Se isso não for o suficiente, a versão paga pode chegar até 30 terabytes por usuário.

O Google Drive é compatível com todos os sistemas operacionais, pois pode ser usado diretamente no navegador de sua preferência, mas, de acordo com o Google, usando o Google Chrome a experiência é completa.

A versão mobile é compatível com Android, iOS e Windows Phone, e oferece bons recursos de backup automático de fotos, arquivos e contatos.

A lista de vantagens do serviço do Google é extensa, e dentre elas: recursos de privacidade, compartilhamento, edição simultânea de arquivos e backups. E por falar em edição de arquivos, o Google disponibiliza gratuitamente softwares online para criação e edição de textos, planilhas, apresentações, formulários e até vídeos.

amazon-aws

AWS Amazon – para hospedar sites

AWS é o nome da plataforma de serviços de hospedagem em nuvem da Amazon. Esta plataforma foi desenvolvida em 2006 voltada para o mercado de hospedagem de sites com grande volume de acesso ou com picos de acesso sazonal.

O serviço de hospedagem da Amazon é melhor que os servidores tradicionais de hospedagem, pois oferecem flexibilidade no espaço e na capacidade de processamento de acordo com a necessidade real daquele momento específico. Ou seja, o cliente não precisa se preocupar em aumentar seu plano de hospedagem caso seu site comece a receber mais acessos, isso é feito automaticamente.

Além do espaço e processamento serem dinâmicos, a hospedagem AWS é considerada uma das mais rápidas do mercado. Os servidores estão espalhados pelo mundo em mais de 16 regiões e 45 zonas.

Isso quer dizer que se o site for acessado por alguém que está em São Paulo, o serviço da Amazon aponta esse usuário para um servidor localizado em São Paulo, reduzindo o tempo de resposta e melhorando a velocidade de carregamento da página.

Sobre o Guia de SEO

Aqui você encontrar um pouco de tudo sobre SEO, Marketing de Conteúdo, Redes Sociais e todo o Universo de Marketing Digital

Análise de SEO Grátis

Cadastre-se e enviaremos para você uma análise gratuita dos aspectos básicos de SEO no seu site com dicas rápidas.

Receba as Novidades no Email

Campos com * são necessários
Entre em contato conosco, faça um orçamento e tenha ajudaremos você a alavancar as suas visitas.

Mais artigos sobre SEO

Veja todos os Artigos
No Comments
     

    Deixe um Comentário